Março 20, 2021

Restaurações indiretas CAD / CAM


A partir de cerâmica de vidro reforçado com leukita

introdução

A seleção de materiais e técnicas para a restauração indireta de Os dentes fraturados sempre foram um aspecto crucial no planejamento de um tratamento, que é ainda mais complicado por existir no mercado uma enorme variedade de materiais de restauração, como o composto e a cerâmica (1). Portanto, é importante procurar um equilíbrio no processo de restauração entre a facilidade de execução, a previsibilidade do resultado final e o custo do tratamento.

A durabilidade das restaurações é também um critério importante. Assim, nesses casos, a cerâmica é geralmente o material de referência. Hoje em dia, os fabricantes oferecem uma grande variedade de materiais cerâmicos (como feldspato, cerâmica de vidro ou dysilichato de lítio), zircônio, híbridos / compósitos cerâmicos, etc. Também podemos distinguir entre os diferentes processos de fabricação, usando uma técnica analógica tradicional ou um caminho digital. Na técnica analógica, uma impressão é tomada após a preparação dos dentes. Em seguida, a impressão e a prótese odontológica é esvaziada manualmente cria as restaurações finais. Por outro lado, as tecnologias digitais – impressão digital, design, moagem e personalização – são cada vez mais populares. Na vida moderna, marcada por um ritmo acelerado, as tecnologias digitais nos fornecem uma relativa facilidade de execução, um resultado financeiro previsível, alta precisão, um período de execução mais curto (que economiza tempo e recursos para o dentista e o paciente) e um ideal. Custo do produto final.

A seleção de materiais também depende de suas propriedades. As cerâmicas de vidro reforçadas com leukita são a escolha perfeita para a restauração de zonas dianteiras e distais sem problemas oclusais ou parafuncionais (bruxismo, oclusopatias).

para baixar o artigo completo em PDF você deve ser registrado.
Inscreva-se registrar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *