Março 1, 2021

Jimmy Smith dá detalhes sobre sua saída repentina do UFC

Uma das notícias mais surpreendentes que emergiram esta semana foi a não-renovação do contrato de comentarista Jimmy Smith com o UFC.

Smith, um lutador retirado com um recorde de 6 – 1, belundador esquerdo, promoção para o qual ele havia trabalhado por quase oito anos, para participar da tabela de comentários do UFC. Exatamente um ano depois, ele foi informado que seu vínculo com a organização não seria renovado.

Smith revelou as notícias através de suas redes sociais, mas na última terça-feira apareceu na hora de MMA com Luke Thomas (Via MMA lutando) Para detalhar o motivo da sua saída:

“Basicamente eles me disseram: ‘Você é fantástico, nós amamos o seu trabalho e tudo que você fez, mas a partir de agora vamos recorrer a lutadores por 2019 ‘. É assim que era simples. “

da saída do lendário Mike Goldberg, os únicos dois comentaristas que ainda trabalham para o UFC são Joe Rogan e Jon Anik. Com o tempo, a organização recorreu aos combatentes para que eles também estejam na mesa de comentários, como Daniel Cormier, Dominick Cruz e Paul Felder. Sem contar aqueles que eram painelistas para o programa que o UFC co-produzido com o Fox Sports, UFC esta noite.

Embora ele admitisse que a assinatura por um ano era algo arriscado, especialmente dado como ele estava no Belator, Smith revelou que era tudo o que a UFC poderia oferecê-lo naquele momento desde que ainda não assinou o Acordo com a ESPN.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *